quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Finalmente percebi

Foi graças à Ka. Descobri que:

O Não defende a Vida.

O Sim defende um estilo de Vida.

4 comentários:

KA disse...

Bom dia Fernando!

Eu demorei um bocado de tempo a conseguir concretizar essa ideia mas realmente é que está em causa!

Adryka disse...

Eu voto pela vida, por isso no refendo voto não, como dizem das arvores " eles os bebés não podem fugir). Bj

catarina disse...

Acho que trocou as palavras."O não defende um estilo de Vida." Que passa por opinar sobre a vida alheia, por castigar, repreender e rebaixar. A vida da mãe não conta? Não deviamos ser tolerantes com as opções dos outros? Porque é que devemos forçar uma mulher a ter um filho que não deseja? O aborto incomoda a quem o faz. E não a quem opina sobre ele. Não o incomoda ver que há uma série de pessoas a lucrar monetáriamente á custa do aborto clandestino? E a realidade, quer se queira quer não, é que o aborto sempre existiu e sempre vai existir, a questão é se vamos continuar a "alimentar" o aborto ilegal ou se vamos abrir os olhos para esta REALIDADE e dar uma opção de escolha. Porque não deve existir ninguém que seja a favor do aborto. E um aborto é sempre um acto desesperado.

fernando alves disse...

Cara Catarina,
se o "não" rebaixasse, humilhasse ou castigasse as mulheres não teria criado ou ajudado dezenas de associações de apoio às grávidas e às crianças de risco.
O sim apenas se bate pela liberalização. Pensam que basta chegar lá, colocar um cruz no sim, e o problema resolve-se por artes mágicas.